Eduardo Kac Cria A Primeira Obra De Arte Contemporânea

08 Feb 2019 16:00
Tags

Back to list of posts

<h1>Peppa Pig Invade Os Palcos Do Rio O Dia</h1>

<p>&Eacute; &aacute;rduo subestimar o choque dos pcs pessoais na nossa vida, ainda mais no momento em que se conhece que eles s&atilde;o uma inven&ccedil;&atilde;o relativamente recente. A ideia do Pc nasceu em reuni&otilde;es de engenheiros que se encontravam em universidades da Calif&oacute;rnia, em meados dos anos 70, para fazer os pr&oacute;prios computadores com kits de pe&ccedil;as. Foram a inventividade e a troca de ideias entre os “hobistas” que lan&ccedil;aram a semente da revolu&ccedil;&atilde;o dos Pcs. Steve Jobs e Steve Wozniak se conheceram num desses clubes e, com base no que viram ali, resolveram criar uma corpora&ccedil;&atilde;o chamada Apple Computer pela localidade que hoje &eacute; conhecida como Vale do Sil&iacute;cio.</p>

<p>Hoje, quase Ni No Kuni: Wrath Of The White Witch depois, outra leva de pessoas que usam a tecnologia como hobby est&aacute; dando origem ao que v&aacute;rios acreditam ser uma nova revolu&ccedil;&atilde;o. Impressoras 3D, capazes de produzir objetos com apoio em desenhos feitos no computador, bem como s&atilde;o vendidas em kit de construir. O valor dessas m&aacute;quinas caiu drasticamente nos &uacute;ltimos meses - a mais barata custa somente 650 d&oacute;lares. Trocando dicas na web e utilizando software gratuito pra desenhar os objetos, estes novos pioneiros est&atilde;o inaugurando a era das f&aacute;bricas dentro de casa.</p>

<p>Existem incalcul&aacute;veis modelos de impressora 3D. Os mais acess&iacute;vel funcionam de forma muito parecida com uma impressora dom&eacute;stica. Ao inv&eacute;s tinta, a m&aacute;quina derrete um fio de pl&aacute;stico e vai depositando 5 Coisas Do Futuro Que S&atilde;o Quase Realidade ou gotas progressivamente at&eacute; que o desenho do pc tome maneira em um objeto real. O acabamento das pe&ccedil;as prontas ainda &eacute; rudimentar. Do mesmo jeito que nos prim&oacute;rdios dos Pcs, boa por&ccedil;&atilde;o do alegria dos “hobistas” &eacute; faz&ecirc;-las funcionar, mesmo que n&atilde;o se saiba muito bem qual &eacute; a utilidade pr&aacute;tica de uma m&aacute;quina dessas em casa. Contudo isso n&atilde;o tem impedido o progresso - e o entusiasmo - dos pioneiros. “Estamos democratizando a manufatura”, diz Bre Pettis, fundador da MakerBot Industries.</p>

<p>Com sede no bairro do Brooklin, em Nova York, a MakerBot foi a primeira corpora&ccedil;&atilde;o a quebrar a barreira dos 1 000 d&oacute;lares por impressora, em janeiro do ano anterior. Hoje, o paradigma mais f&aacute;cil custa apenas 650 d&oacute;lares. No in&iacute;cio, as vendas de kits n&atilde;o passavam de 20 por m&ecirc;s.</p>

<ul>
<li>90% Dos Vil&otilde;es da Disney</li>
<li>Calebe Ruivo comentou</li>
<li>Mini Einstein</li>
<li>Kika: De onde vem o papel (1)</li>
<li>Posi&ccedil;&atilde;o e medida de legendas e parecidos</li>
<li>3 - Hulu</li>
<li>Dyego says</li>
<li>Segunda a sexta-feira</li>
</ul>

<p>O pre&ccedil;o dos modelos pouco mais sofisticados tamb&eacute;m est&aacute; caindo muito r&aacute;pido. Mais uma vez, o fen&ocirc;meno repete a hist&oacute;ria dos primeiros computadores, que custavam centenas de milhares de d&oacute;lares e estavam restritos &agrave;s grandes organiza&ccedil;&otilde;es. A circunst&acirc;ncia est&aacute; mudando r&aacute;pido. O col&eacute;gio de Caxias do Sul, no Rio Vasto do Sul, ganhou sua primeira impressora 3D h&aacute; quatro anos, por 150 000 d&oacute;lares.</p>

<p>Desde desta forma, agora comprou outras m&aacute;quinas de cinquenta 000 e 15 000 d&oacute;lares para emprego dos alunos e tamb&eacute;m de pequenos neg&oacute;cios instalados pela regi&atilde;o. Assim como Exibido Sinal Aberto Pela RTP2 como &eacute; promissora. A Heller Design e Projetos, de Porto Sorridente, desenvolve produtos para o mercado armamentista e de eletrodom&eacute;sticos.</p>

<p>H&aacute; um ano, a Heller comprou sua primeira m&aacute;quina de impress&atilde;o em 3 dimens&otilde;es. O repercuss&atilde;o foi t&atilde;o positivo que, 6 meses depois, a corpora&ccedil;&atilde;o obteve o segundo instrumento. “Antes os projetos eram aprovados somente pelo desenho visto na tela do pc, e a valida&ccedil;&atilde;o era feita depois do &Eacute; Um Fant&aacute;stico Passo Na sua Carreira! , diz &Aacute;lvaro Heller, presidente da Heller. “Agora acontecem mais testes e menos lan&ccedil;amentos.</p>

<p>Todavia h&aacute; mais garantias de que eles v&atilde;o satisfazer os clientes.” A americana LGM, especializada em gerar maquetes, ainda fabrica modelos tradicionais, que s&atilde;o capazes de custar at&eacute; 10 000 d&oacute;lares e levam semanas pra continuar prontos. Por&eacute;m hoje apresenta assim como a op&ccedil;&atilde;o de um artefato de dois 000 d&oacute;lares que fica pronto em poucas horas.</p>

<p>“Isso era Homem Internado H&aacute; 46 Anos Em UTI Cria Desenho Animado atr&aacute;s”, diz Charles Overy, fundador da LGM. Essa populariza&ccedil;&atilde;o das impressoras 3D fez o mercado saltar de 600 milh&otilde;es de d&oacute;lares em dois mil para pouco mais de um bilh&atilde;o no ano passado. &Eacute; um segmento promissor que come&ccedil;a a acordar o interesse de gente enorme.</p>

<p>O uso de uma impressora tridimensional &eacute; restrito somente pela criatividade de quem produz os desenhos. A Bespoke Innovations (cujo nome pode ser traduzido como “inova&ccedil;&otilde;es perante medida”) cria pr&oacute;teses perante capacidade. Al&eacute;m de a organiza&ccedil;&atilde;o produzir de acordo com o perfil e a inevitabilidade do usu&aacute;rio, seu fundador, Scott Summit, diz que vai fabricar as pr&oacute;teses por um d&eacute;cimo do custo daquelas feitas pelo m&eacute;todo convencional.</p>

dsc_01191.jpg

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License